Imprimir este capítuloImprimir este capítulo

Eisntein entra em ação

Einstein entra em ação



,

,

Einstein optou pela opção 3, ou seja, as transformações de Galileu e, consequentemente, as ideias de espaço e tempo absolutos estavam incorretas e precisavam ser reformuladas. Ele entendeu que de acordo com o Princípio da Relatividade a velocidade da luz c deveria ser constante em todas as direções em relação a todos os observadores inerciais.



.Aqui entrou em cena a Teoria da Relatividade Restrita. Por uma análise dos conceitos físicos de tempo e espaço demonstrou-se que não existe incompatibilidade entre o princípio da relatividade e a lei da propagação da luz. Pelo contrário, por uma adesão firme e sistemática a estas duas leis se pode chegar a uma teoria lógica que está ao abrigo de toda objeção.

(Albert Einstein, A teoria da Relatividade Especial e Geral; tradução do original alemão Carlos Almeida Pereira - Rio de Janeiro: Contraponto, 1999, p. 24.)



................................................................................................

Pergunta: O resultado nulo do experimento de Michelson-Morley já pode ser explicado? Como?

................................................................................................


Agora, podemos expor as ideias fundamentais da Teoria da Relatividade Restrita que é também chamada de Teoria da Relatividade Especial para distinguir da teoria mais ampla a Teoria da Relatividade Geral.